“Não há nada que Deus não possa fazer”, dizem pais cristãos de menino resgatado de caverna

0
140

Um dos meninos resgatados da caverna na Tailândia é filho de um casal cristão, e seus pais agradeceram a Deus pelo sucesso da operação que tirou os 12 jogadores juvenis e seu técnico do local onde ficaram encurralados com risco de morte.

Os nomes dos pais não foram revelados, mas o missionário britânico Ewan McGregor revelou que eles agradeceram a Deus pelo sucesso da operação. Seu filho recebe uma espécie de patrocínio da entidade Compassion, uma instituição de caridade cristã voltada para crianças.

“Obrigado a Deus que nos ajudou a ver nosso filho muito em breve. Estamos muito felizes em saber que nosso filho está fora da caverna e que o receberemos em casa. É o amor que Deus dá à nossa família. Deus é um grande amor e não há nada que Ele não possa fazer”, afirmaram os pais, de acordo com informações do portal Premier.

A ousada missão de resgate pôs fim a 18 dias de tensão e aflição, que custou a vida de um experiente mergulhador voluntário e mobilizou pessoas ao redor do mundo. O final bem-sucedido do caso motivou a produtora cristã Pureflix a transformar a história em um filme.

O missionário McGregor, que mora na cidade de Chang Rai, onde fica o hospital para onde os meninos foram levados, disse que o resgate é um milagre e que as pessoas estão se sentindo revividas e animadas: “É realmente um milagre, resultado de oração. Estou muito animado em ouvir os testemunhos dos rapazes quando estiverem bem”.

Os meninos resgatados perderam em média 2 kg durante o período que estiveram encurralados na caverna, e agora estão em observação médica numa espécie de quarentena, sem contato com pessoas de fora, para evitar que sejam contaminados por germes, já que foram descobertos sinais de infecção.

“No começo parecia sem esperança depois de nove dias sem ouvir nada e depois disso toda a história se transformou… de uma história triste em uma ótima história. Minha oração é que eles possam voltar à vida normal. Eu acho que eles serão bem conhecidos em toda a cidade e em toda a Tailândia. Eu oro para que seus testemunhos e as coisas que eles dizem e façam depois disso, que Deus usará para o nação da Tailândia”, concluiu o missionário.

FONTE: Gospel Mais