Indicado por Dilma para o STF é forte opositor a família

0
448

Luiz Edson Fachin defende pensão para amantes e causa homossexual.

Indicado para a vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal no lugar de Joaquim Barbosa, o advogado Luiz Edson Fachin é um inimigo declarado da família, defendendo pensão para amantes, direitos homossexuais e teses que corroboram com o aborto.

Fachin é diretor do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM), que promove três causas polêmicas no tribunal, entre elas que a amante tem de dividir com a mulher legítima a eventual pensão por morte do marido.

O instituto dirigido por Fachin também defende que transexuais que não se submeteram a cirurgias têm o direito de usar o nome pelo qual são conhecidos, o chamado nome social. Além disso, o postulante ao cargo de ministro prefaciou um livro que faz a apologia da poligamia.

Outra tese polêmica defendida pelo IBDFAM é a de que cirurgias de esterilização devem ser feitas dispensando a autorização dos cônjuges, tese conexa à do aborto como um direito da mulher porque diz respeito a seu próprio corpo.

Luiz Edson Fachin fez campanha para Dilma, em 2010, integrou a Comissão Estadual da Verdade, no Paraná, e também é especializado em direito de família e é o quinto ministro indicado ao Supremo pela presidente Dilma.

Além disso, uma das causas do instituto no qual ele é diretor tem causado constrangimento. O instituto defende que um estudante, mesmo menor de idade, seja chamado por seu nome social.Além disso, se o garoto se sentir menina e se vestir como tal, então ele passa a ter o direito de usar o banheiro feminino, assim como a menina que se sentir garoto, poderá usar o banheiro masculino.

Fonte – Veja