Funcionário do Walmart ouve a voz de Deus e paga as compras...

Funcionário do Walmart ouve a voz de Deus e paga as compras de família necessitada

0 356

O funcionário de uma hipermercado sentiu Deus tocar em seu coração para que ele ajudasse uma família em dificuldades financeiras, e ele pagou do próprio bolso a compra.

Nicholas Tate é cristão e trabalha em uma loja do Walmart na cidade de Newcastle, Oklahoma (EUA), e um certo dia, uma cliente teve dificuldades para quitar sua compra, pois o cartão não aprovava a operação.

Era uma sexta-feira, tarde da noite, e uma fila se formava no caixa de Nicholas, com os demais clientes resmungando por conta da demora. A cliente, uma mulher com três crianças bastante agitadas, tentava controlar os filhos e resolver o problema do pagamento.

Paciente, Nicholas perguntou se ela tinha tido “um daqueles dias” em que tudo fica mais difícil do que o esperado. “Ela disse que realmente tinha sido um daqueles dias”, contou o funcionário ao portal Charisma News.

Na conversa, a mulher explicou que era mãe adotiva e que tinha se inscrito em um programa social do governo federal que ajuda famílias de baixa renda havia pouco tempo. “Ela pediu desculpas já de antemão, porque ela estava usando um cartão cedido pelo programa e nem sabia como usá-lo ainda”, contou Nicholas.

O funcionário, então, decidiu tranquilizá-la, dizendo que a ajudaria na tentativa de resolver o problema, já que o sistema não estava aceitando o pagamento de alguns dos itens que ela tinha comprado com aquele cartão de benefício, incluindo um leite para bebês com menos de um ano.

O gerente foi chamado, e enquanto ele conversava com a mulher sobre a situação, Nicholas sentiu em seu coração a vontade de ajudar. “Eu senti que Deus estava pedindo para que eu pagasse aquelas compras. Não tive dúvida, Deus estava dizendo: ‘Pague por isso’”, contou.

De imediato, Nicholas sacou o próprio cartão e quitou os US$ 60 da compra que a mulher tentava fazer. Em lágrimas, a mulher agradeceu, pegou os mantimentos e saiu com os filhos.

Repercussão

Nicholas tem 20 anos e está estudando no Instituto Bíblico de Austin como preparação para se dedicar ao ministério missionário, já que tem planos de viajar para Honduras e divulgar o Evangelho naquele país.

“Quando Deus me diz para fazer algo, eu simplesmente faço o que tem que ser feito. Deus me disse: ‘Eu coloquei você neste lugar no momento certo, e eu sabia que você estava pronto para isso – pague estas compras’. Então, sem hesitação, tirei meu cartão e o passei”, reiterou.

O que Nicholas não esperava era que a mulher, em um gesto de gratidão, compartilhasse a história no Facebook. Dias depois, um cliente o abordou no hipermercado e mostrou a publicação, perguntando se ele era o funcionário de quem aquela mulher falava em seu post.

A mulher sentia que não havia agradecido de forma correta ao gesto de Nicholas, e usou a rede social na tentativa de descobrir quem era o rapaz. A iniciativa funcionou e eles puderam se reencontrar posteriormente. “Foi muito legal encontrá-la e falar com ela”, comentou o futuro missionário.

Com a repercussão, Nicholas disse que não imaginava que tantas pessoas ficassem sabendo de seu gesto: “Eu estava apenas tentando abençoar alguém e melhorar o dia para aquela pessoa, mas isso se transformou em algo incrível. O importante não foi o que eu fiz, mas sim o que Deus fez através de algo tão pequeno. Ele pegou algo tão pequeno e glorificou Seu nome com isso”.